Sentimentos de profissionais da Estratégia Saúde da Família frente à demanda de usuários de álcool e outras drogas

Autores

  • Brunna Verna Castro Gondinho Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
  • Júlia Vitório Octaviani Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
  • Jaqueline Vilela Bulgareli Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
  • Claudia Aline de Brito Oliveira Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
  • Caruline Rodrigues Alvarenga Universidade Federal do Piauí - UFPI
  • Antônio Carlos Pereira Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
  • Karine Laura Cortellazzi Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
  • Luciane Miranda Guerra Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP

Palavras-chave:

Atenção à saúde, Saúde da família, Saúde mental, Usuários de drogas, Alcoólicos

Resumo

Introdução: O uso de álcool e outras drogas, bem como a dependência química são temas que vêm ganhando espaço dentro das discussões sociais e em saúde, destacando-se o fato de que a Organização Mundial de Saúde identificou que o uso abusivo de álcool e outras drogas está entre os principais problemas de saúde mundiais. Objetivo: O presente estudo buscou conhecer o perfil dos profissionais da estratégia saúde da família e seus sentimentos frente à demanda de usuários de álcool e outras drogas no município de Teresina (PI). Metodologia: Estudo descritivo transversal, cujo universo foram as 250 equipes de Estratégia Saúde da Família. Foram escolhidas duas categorias profissionais de nível superior: médicos e enfermeiros. Calculou-se um número amostral de 203 entrevistas para cada categoria profissional. Resultados: Foram abordados 406 profissionais e obtidas 86 questionários respondidos. A coleta de dados foi por meio de questionário individual estruturado. O grupo foi composto predominantemente por mulheres 71 (82,56%); 51 (59,3%) pós-graduados, sendo 49 (57%) enfermeiros; 51 (59,3%) com 06 ou mais anos no serviço. Os sentimentos tristeza, desconforto, compaixão, insegurança, medo e receio foram os destaques para ambas as categorias profissionais e em todos os períodos de atuação na Estratégia Saúde da Família. Conclusão: Após identificação do perfil e dos sentimentos dos sujeitos da pesquisa frente à demanda de usuários de álcool e outras drogas, foram levantadas reflexões de como tais características podem influenciar nas limitações e dificuldades na atenção aos usuários em questão na atenção básica.

Downloads

Publicado

2020-04-06

Como Citar

GONDINHO, B. V. C.; OCTAVIANI, J. V.; BULGARELI, J. V.; OLIVEIRA, C. A. de B.; ALVARENGA, C. R.; PEREIRA, A. C.; CORTELLAZZI, K. L.; GUERRA, L. M. Sentimentos de profissionais da Estratégia Saúde da Família frente à demanda de usuários de álcool e outras drogas. Revista de Saúde Pública de Mato Grosso do Sul, Campo Grande, Mato Grosso do Sul, Brasil, v. 2, n. 1-2, p. 9-19, 2020. Disponível em: https://revista.saude.ms.gov.br/index.php/rspms/article/view/50. Acesso em: 24 set. 2020.

Edição

Seção

Artigos Originais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)